Visualizações

13 de abr de 2013

10- Acampamento do Amor_ último.



The Start Of Something New 
(2ª temporada)
(I don't own anything in this pic)

*5 meses depois....*

-Uau, 7 meses de namoro hein- ele brincou, sorrindo na direção do nada enquanto acariciava a mão da menina, entrelaçada à sua.
-Isso porque nós não contamos os dois meses do acampamento- ela lembrou, impulsionando a rede, que balançava lentamente, com os pés.
-Verdade... bom, o tempo é o que menos importa, certo?
-Claro, até porque você se apaixonou por mim em menos de uma semana- u.u ela brincou, rindo e beijando o pescoço do menino.
-Você chamou a minha atenção- ele discordou- Bom, não muda nada, eu sou completamente apaixonado por você, em todos os sentidos.
-Que gracinha- a menina deitou a cabeça no peito dele- Estava pensando no que nós podíamos fazer, estamos de férias e...
-E...- ele a incentivou.
-Não sei, eu estava afim de passar um tempo com você- confessou.
-Como não cansa de mim?- Joe brincou, mexendo com uma mecha do cabelo dela.
-Quem cansa de você?- reformulou a pergunta- Anda, levanta daí, eu quero assistir um filme.
-Daqui a pouco não vai ter mais filmes pra ver, Demi- o menino revirou os olhos- Escolhe outra coisa.
-Ah, então escolhe você, cansei- ela jogou- se sobre ele, emburrada.
-Parece uma criancinha fazendo birra- comentou- HÁ! ISSO!- ele pulou animado, quase deixando Demi cair.
-Mas o que foi isso?- ela questionou o.o
-Eu preciso que você faça suas malas o mais rápido que puder e depois me encontre no parque- pediu entusiasmado.
-Como assim? Você quer me levar pra viajar?- ela perguntou surpresa e confusa. A ideia de viajar com ele parecia fantasticamente tentadora, mas repentina demais.
-Não é bem uma viagem- Joe revirou os olhos- Faz isso que eu mandei e deixa o resto comigo.
-E os meus pais, criatura?- ¬¬ - E o que o parque tem a ver com isso, Joe?
-Com os seus pais eu me resolvo e o parque não tem nada a ver, só quero passear com você- forçou um sorriso- Sem mais perguntas. Anda logo- mandou- Eu volto aqui daqui a uma hora- piscou e saiu, depois de lhe dar um beijo calmo.
-Mas que maluquice- ela sussurrou para si mesma, vendo-o se afastar.
A menina balançou a cabeça em reprovação e caminhou até seu quarto. Minutos depois ela havia feito as malas, mas ainda duvidava dessa viagem, não achava que seus pais deixariam que ela fosse sozinha com Joe. E ela nem ao menos sabia para onde estava indo.
O namoro dos dois estava sério, mais sério do que nunca. O amor nunca acabava, nem diminuía, o que era um mérito para o casal, já que hoje em dia, poucos mantinham o sentimento por muito tempo concentrado em uma só pessoa. Mas para aquele dois, isso era mais fácil do que qualquer um podia imaginar. Era simplesmente puro e verdadeiro. Por isso funcionava perfeitamente bem.
-Da pra alguém, por favor, me dizer pra onde eu vou?- a menina questionou, descendo os degraus da escada.
-Já está tudo resolvido, querida- seu pai disse sorridente- Esse menino tem a minha permissão- brincou com a voz grossa, dando uns tapinhas nas costas de Joe, que ria.
-Até vocês?!- perguntou indignada- Acho que mereço saber!
-Mas você vai saber...- Joe segurou sua mão e a levou para a porta- Mais tarde- sussurrou- Tchau tia, até mais, tio- ele disse, acenando com a mão animadamente.
-Tchau para vocês dois, juízo!- como sempre, deveria haver essa advertência.

****

-Sinto que um dia você ainda vai parar de falar comigo por causa de tanta curiosidade- Joe riu, segurando-a pela cintura.
-Poxa, custa me dizer?- perguntou murmurando.
-Dems, é uma surpresa e eu acho que você vai gostar- afirmou- Confia em mim, vale a pena esperar só mais um pouquinho- piscou.
-Tudo bem- assentiu derrotada- Pode ao menos me dizer se é longe?
-É pertinho- beijou-lhe o pescoço.
-Sabe o que eu queria?
-O que?- ele sorriu.
-Eu quero ir àquele festival de música que está tendo aqui perto- disse- Me leva lá?
-Porque, hein? É cheio de gente...
-A Camilla vai se apresentar com a banda- Demi sussurrou- Se incomoda? Eu prometi que ia, ela vêm se preparando há muito tempo- lembrou- Você deve saber disso- deu de ombros.
-Você não se importa mesmo?- perguntou, curioso.
-Não- sorriu- Eu confio em você e sei que me ama. Tá, isso foi meio seguro demais- fez careta.
-Não, está certa, eu te amo mesmo, muito- assentiu, rindo da cara de desgosto dela.
-E... a Camilla te ajudou a perceber o que você estava fazendo- suspirou- Ela nunca foi realmente má para nós.
-Só quando ela me beijou e ameaçou tentar estragar nosso namoro, ou quando foi atrás de mim no acampamento- ele disse sarcástico.
-Ok, já sabemos que você é irresistível, Joe- revirou os olhos.
-Eu não tenho nada contra a amizade de vocês mas saiba que a minha relação com a Camilla ainda é estranha, eu não consigo pensar nela sem lembrar do que ela foi capaz de fazer.
-Tá... muito tempo já passou- sorriu- Que tal um novo começo?- sugeriu.
-O que eu não faço por você- ele concordou calmamente.
-------------------------------------------------------------
-Agradeço por terem vindo- ela disse, sorrindo na direção dele.
-A Demi insistiu e... eu sei como estava animada para isso- Joe deu de ombros.
-Sim, eu estava- afirmou- Eu estou feliz por vocês, de verdade. Eu sei que... não fui a melhor amiga e muito menos uma boa namorada- fez uma careta e Joe riu brevemente- Mas eu queria que me perdoasse por isso tudo. Você é especial e... assim como a Demi, merece ser feliz com alguém que te mereça.
-Eu decidi que não tenho raiva ou mágoas de você, Camilla- ele sorriu- Eu sei que tentou me ajudar com a Demi, depois do acampamento e eu... realmente fiquei muito surpreso.
-Eu desisti de atrapalhar a vida dos outros, é melhor tentar viver a minha. Cansei de viver em uma mentira como era entre nós- deu de ombros- Amigos?- sugeriu.
-Claro- ele sorriu e lhe deu um abraço- A Demi gosta de você mas... acho melhor não abusar- riram- Anda, vamos voltar pra lá.
-------------------------------------------------------------------
-Parece que você estava certa, de novo- ele disse- Perdoar a Camilla me fez bem.
-Ok, eu estava me controlando ali, mas sobrevivi- respirou fundo, fazendo-o gargalhar.
-Desculpa, a gente precisava daquela conversa.
-Tudo bem, eu tive um dedo nisso mesmo- deu de ombros- Já está no final da tarde e o senhor ainda não me disse para onde vai me levar.
-Vamos passar em casa pra pegar o carro, as malas e nos despedir- sorriu- O mistério está prestes a ser desvendado- ele brincou, bagunçando o cabelo dela.

****

-Que lugar é esse?- questionou.
-Ah, tem certeza que não conhece?- ele perguntou, quando pararam em frente a um grande portão- Bem vinda ao Acampamento do Amor- sorriu na direção da menina.
-Eu não acredito, como não pensei nisso?!
-Estou sempre um passo a frente de você, amor- ele se gabou, recebendo um tapa em troca- Eu achei que seria legar voltar para onde tudo começou... viver de novo, mas dessa vez sabendo que é real... de um jeito novo e diferente. Melhor- deu de ombros.
-Você é perfeito- ela sussurrou, beijando-o com vontade.
-Quanta empolgação- ele comentou, sorridente, amando aquilo.
-Essas vão ser as melhores férias da minha vida- disse- Dessa vez eu não vou precisar me preocupar com nada, muito menos com o futuro.
-Exatamente, e... eu tenho uma coisa pra te contar- disse- Vem, vamos entrar primeiro.
Joe estacionou o carro em uma das inúmeras vagas e tirou tudo do carro com a ajuda de um monitor. Sua casa ficava a 10 minutos dali, mas mesmo assim, aquele lugar parecia estar a milhares de distância.
-Em que quarto eu vou ficar?- ela perguntou.
-Minha linda- ele sorriu na direção dela- Você acha que eu ia te trazer para um lugar onde não pudesse ficar junto com você o tempo todo?- perguntou.
-Ué... mas...
-Ouuutra surpresinha, jeitinho do Joe- piscou e ela riu- A casa da árvore nos espera- cantarolou e Demi permaneceu estática por alguns momentos. Rapidamente memórias e lembranças daquela noite voltaram em sua mente e ela não percebeu que estava sendo levada por Joe enquanto seus pensamentos ainda estavam presos àquele momento mágico- E então?- o menino perguntou, segurando a cintura dela.
-Perfeito- era a única palavra que tinha em mente no momento.
-O que é perfeito?
-Tudo, você, essa casa...- disse- O que aconteceu aqui- sussurrou, sorrindo timidamente.
-Eu queria que você se lembrasse mesmo do que aconteceu- disse carinhosamente- É inesquecível, mas...acho que é legal pesar em tudo de novo.
-Você foi tão fofo comigo- ela sorriu, corada- Eu nunca vou esquecer de como aconteceu.
-Mas pode esquecer o que aconteceu depois, ok?- ambos riram e ela escondeu o rosto no pescoço dele.
-Não importa, não é nisso que eu quero pensar- assegurou.
-Você sabe porque o nome desse acampamento é relacionado a amor?- perguntou curioso, arrastando-a para a cama junto à ele.
-hum... não, não tenho nem ideia- deu de ombros- Mas eu sempre quis saber- comentou.
-Quando meu pai era mais novo, ele veio para cá. E acredite se quiser, ele conheceu minha mãe aqui. Assim como o pai do Mikey conheceu sua esposa- sorriu- Depois que se casaram eles resolveram voltar aqui pra passar uns dias, depois da lua de mel e descobriram que o dono estava vendendo o terreno- explicou- Então eles compraram e deram esse nome- disse- Eu achei muita coincidência- riu.
-Porque não me contou isso antes? É surreal- sorriu- Parece coisa de livro.
-Verdade. Eu não te contei na época porque a ideia de que não ia acontecer entre eu e você isso que aconteceu com os meus pais e os do Mikey não me deixou contar. Parecia que eu estava fazendo um... desejo pra que acontecesse. Era estranho- deu de ombros.
-Tá, mas e depois que nós ficamos juntos?
-Eu sinceramente esqueci- riu- Mas lembrei disso agora, quando você falou do que aconteceu- disse.
-É... será o destino?- brincou, jogando os braços ao redor do pescoço dele.
-Se é o destino ou não, eu não sei- disse- Mas... podemos aproveitar enquanto está a nosso favor, certo?- sorriu segurando a nuca dela e iniciando um beijo lento e ao mesmo tempo intenso, aquele que poderia durar para sempre. Aquele que não seria separado por nada nem ninguém, nunca. Demonstrando o amor, amor eterno.

FIM.
Então gente... acabou! Até que eu não demorei tanto, certo? Bom... são quase 3h da manhã e eu estou muito cansada mesmo por conta das últimas semanas, mal me aguento de pé, mas como é o único momento que eu tenho para escrever, aqui estou eu \o Consegui escrever esse hoje e finalmente, acabou! Sim, eu sei que alguns estão bem tristes mas eu estou aliviada por conseguir terminar, finamente! E SIM, vem fic nova por aí e  eu venho falar mais no próximo post, ok? 
COMENTEM DEMAIS, por favor! Com críticas, sugestões para as próximas fics e o que acharam de "love is everywhere" :) Eu peço de coração que tirem alguns minutinhos para isso :3
Amo muito vocês e obrigada por tudo!! <3

Mil beijos, 
Brubs... e até logo ;)



5 comentários:

  1. Bruna n me faça chorar cra ..... Que final lindo !!!!!!! Eu AMEI A FIC !!! Serio msm foi mt pftaaaaaa ... To esperando a nova fic ok ?!? kkkkk bjksss

    ResponderExcluir
  2. Amei demais essa fic, ficou lindo o final *--* <3
    Ansiosa para próxima!!!!!!!! beijo. :)

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaa que final mais lindo! Ficou mais perfeito do que eu imaginava... O Joe levando ela no acampamento de novo, a casa da árvore, a camilla vivendo a vida dela e deixando eles em paz, ah tudo foi tão perfeito <3 melhor fic ever! quando eu tiver um tempinho vou ler ela de novo shauhsausau *-*
    To ansiosa e muuuuito curiosa pra ler próxima fic!

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente ameeeeeeeei!!!
    maravilhosooo, final cute *-*
    bjus linda, vc é uma escritora INCRIVEEL
    xoxo

    ResponderExcluir
  5. Awww o final ficou muito fofo!!
    A fic foi muito fofinha !! Eu amei!
    Tenho que te dar parabéns, pois se fosse outra pessoa talvez teria abandonado a fic, mas voce mesmo com dificuldade conseguiu finaliza-la e com muito estilo :3
    É isso!
    xx

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3