Visualizações

10 de fev de 2013

20- É mesmo o fim? (hot)


Último capítulo da temporada

Love is everywhere:
Camp's love
(1ª temporada)
(I don't own anything in this pic)


Lê quem quer :) _continuação do hot_

Joe on:
Levei uma de minhas mãos à sua barriga e acariciei-a, perto da borda da calcinha. Senti como o corpo dela reagiu e sorri. Deixei que meus dedos caminhassem por sua barriga, subindo cuidadosamente até o meio de seus seios. Com a outra mão, que estava em suas costas, soltei o fecho do sutiã e tirei-o com rapidez.
Fixei meus olhos em Demi e quando ela ameaçou abaixar a cabeça, eu apenas subi mais meus dedos, que antes estavam em seu decote, até seu queixo, fazendo-a olhar para mim. Ela corou, mas não desviou o olhar. Depositei alguns beijos em seu queixo e desci calmamente até seus seios. Acariciei-os e beijei-os, percorrendo todo o seu tronco logo depois.

Foi uma questão de tempo até que Demi se livrasse da minha calça. Observei-a mais uma vez, querendo apreciá-la. Eu havia imaginado isso muitas e muitas vezes, de maneiras muito diferentes. Imaginara seu corpo nu em minhas mãos, sua pele em contato com a minha... seu gosto. Porém surpreendentemente, como ela sempre era, Demi conseguia ser melhor do que o sonho mais perfeito que eu já tivera. Ela era melhor do que as minhas muitas imaginações.
-Você é tão linda- sussurrei em seu ouvido, beijando-a novamente.
Às vezes eu me perguntava porque ela parecia tão insegura, e eu ficava realmente preocupado quando percebia o quão nervosa ela conseguia ficar. Não sabia muito bem o porquê e me controlei para não parar e perguntar se estava tudo bem. Ela parecia feliz e eu não estragaria o momento. Eu sentia que ela sabia que podia me dizer qualquer coisa, eu deixara isso bem claro. Então, ela queria tanto quanto eu. E olha que eu queria muito.
Havia sonhado inúmeras vezes com essa noite e agora tudo estava fluindo naturalmente. Era assim que tudo acontecia entre nós. De forma natural e mágica.
Puxei sua calcinha para baixo e senti ela recuar um pouco. Eu imaginava que tudo isso, esse nervosismo principalmente, era porque ela era tímida. E demais. Demi corava quando eu olhava para ela, e agora estava simplesmente roxa de tão vermelha. Acariciei seu rosto e beijei sua testa carinhosamente.
-O que eu faço para essa vergonha ir embora?- perguntei delicadamente. Ela abriu um sorriso envergonhado e aproximou seus lábios da minha orelha
-Me beije- ela sussurrou, decidida. Quem era eu para discordar?
Depois de um tempo eu tirei sua calcinha, e beijei seu corpo todo. Ela ainda estremecia quando minhas mãos estava na parte interna de sua coxa, ainda suspirava com os beijos que eu dava em seu corpo. Tirei minha box e nossas peles estavam completamente juntas, nossos corpos se tocavam como nunca e a sensação era magnífica. Era enlouquecedora.
Eu queria observá-la, senti-la como nunca tivera a oportunidade de fazer e eu aproveitaria aquele momento. Aproveitaria a oportunidade de fazê-la minha em todos os sentidos. Acariciei-a com muita calma e delicadeza e percebi que ela estava ansiosa.
Antes, ela queria calma, eu sentia isso. E era o que eu estava fazendo. Na verdade, não queria que nada corresse entre nós e estava disposto a esperar o quanto precisasse. E assim eu segui, com muita calma. Mas agora, que eu usava essa calma para apreciar seu corpo bem na minha frente, ela queria correr. Queria fazer de tudo para que eu não a visse dessa forma. Mas as coisas não funcionariam assim. Eu iria vê-la assim como ela faria comigo. Ela confiava em mim e eu sabia que sentir minhas mãos em contato com todas as partes de seu corpo não seria nada ruim. Demi se encolhia um pouco às vezes e eu queria impedi-la de fazer isso. Mas não de uma forma rude, afinal, ela parecia mais frágil do que nunca ali.
-Não se esconda de mim- pedi, olhando em seus olhos- Você não precisa fazer isso. Eu já disse o quão linda é?- sorri e ela assentiu timidamente- Não quero que tenha problemas ao deixar que eu te observe. Que eu te toque.
Demi jogou seus braços em volta do meu pescoço e me beijou, com um fogo que eu não sabia de onde vinha. Caímos juntos e dessa vez ela estava por cima de mim. Talvez aquilo fosse bom. Assim ela poderia me mostrar suas habilidades também. Estiquei minha mão rapidamente e tirei do bolso da minha calça uma camisinha. Coloquei-a rapidamente enquanto Demi tinha seu rosto escondido em minha nuca.
-Você planejou mesmo isso, hein?!- sussurrou, brincando.
-Vejo que me conhece mesmo.
Sorri ao sentir seu corpo se mover sobre o meu e suas mãos vagarem pelas minhas costas. Ela desceu os beijos para o meu pescoço e depois beijou meu peito, acariciando-o. Eu não aguentava aquela provocação, aqueles beijos. Eu precisava tê-la por completo.
-Eu te amo tanto...- disse, conforme nossos lábios se colavam.
-Também te amo, muito.
Ouvi seus gemidos, que eram como música para os meus ouvidos e senti também suas unhas arranhando minhas costas. Não importava, aquilo não estava doendo. Era uma marca. Uma marca do que havia acontecido entre nós durante essa noite, mas também uma marca que iria ficar sempre guardada, mantendo uma lembrança de um acampamento. Mas não um qualquer. O melhor acampamento, no qual eu conheci a melhor pessoa. Demi.

~~~~*~~~*~~~*~~~*~~~~
Demi on:
Eu juro que não sei como, de uma hora para outra, as coisas mudam assim. Agora, sentada sozinha na poltrona do avião, eu tentava dormir, mas as únicas coisas que vinham em minha cabeça eram lembranças. Lembranças daquele dia, quando eu acordei e ele não estava lá. Lembranças da noite mágica e intensa que passamos juntos, antes de ele partir. Lembranças que eu queria apagar, mas era impossível.
Depois de termos dormido juntos naquela noite, eu me senti a melhor pessoa do mundo, em todos os sentidos. Ele me fez sentir bonita, segura, amada... decidida de que eu queria aquilo, queria ele. Foi uma experiência que eu nunca pensei viver em um acampamento, mas sempre o inesperado acaba acontecendo, não é mesmo?
Me levantei naquela manhã sentindo falta dos seus braços ao meu redor. Eu me sentia desprotegida e insegura, desamparada. Olhei por toda a casa e ele também não estava lá. Incontáveis foram as horas que eu esperei por qualquer sinal de vida, qualquer sinal de que ele não me abandonara ali.
Mas nada apareceu e eu apenas juntei minhas roupas, segurando as lágrimas. Ainda não era hora de chorar. Era hora de encontrar com ele e perguntar o que tinha acontecido. Mas isso não aconteceu também. Rodei todo o acampamento durante o dia todinho e ninguém sabia me responder onde Joe estava. Procurei por Mikey também e ele não estava lá. Decidi que era a hora de ir até a recepção. Talvez de lá eu obtivesse alguma resposta.
Ele havia ido embora, foi o que a monitora disse. Fiquei em estado de choque e perguntei o porquê. Ela não sabia me responder, mas me contentei com a informação. Joe havia partido e eu não queria mais explicações ou motivos. Ele havia me abandonado depois de dividirmos um momento único, sem me dar ao menos um "tchau".
Eu não consegui pensar e mais nada. Camilla me viu chorando durante os dias que se passaram e apenas disse "eu lamento". Se ela realmente lamentava, eu não sabia, mas e daí? Eu não precisava disso agora. Precisava dele, alguém que eu nunca mais veria.
Enquanto observava as nuvens pelas quais o avião passava, eu lembrava de tudo o que sentira, que ainda sentia. Sentia nojo de mim mesma, repulsa, me sentia usada. Ele havia conseguido, não é? O que queria desde o começo. Uma noite comigo. Joe havia me confessado que era exatamente uma noite comigo que ele precisava. E talvez tenha investido tanto a ponto de me enganar muito bem. Eu acreditei em suas palavras, dei a ele minha confiança e meu amor. Eu me entreguei a Joe de uma forma como nunca fizera antes. Dei a ele meu coração e a única coisa que fez foi pisoteá-lo.
Talvez faltara a coragem na hora de acordar e me encarar ali. Talvez ao se lembrar do que acontecera, ele tivesse um pingo sequer de culpa e ir embora seria a única solução. Para não olhar mais para mim, não poder ser lembrado do que fizera através das minhas palavras ou lágrimas. Deveria ter sido assim desde o início. Apenas amigos e nada mais. Se bem que eu duvidava que ele fosse desistir do que queria assim, facilmente. Joe foi até o fim e usou sua melhor máscara para me enganar. Eu fui muito tola mesmo.
Sentindo as lágrimas caírem, eu me lembrei também dos beijos, abraços, palavras que me faziam sentir única e especial. Tudo que ele falava ou fazia me deixava mais apaixonada e iludida. Eu acreditara nele quando a única coisa que queria era me usar como um brinquedo para esquecer uma outra menina, que na verdade, era minha companheira de quarto. Ou ele nem queria esquecê-la. Queria apenas me usar. Queria diversão.
Tentei não pensar mais nisso. Eu chegaria em casa e esqueceria dele, assim como ele faria em relação a mim. Mas dois segundos depois de colocar essa ideia em minha cabeça pela milionésima vez, eu sentia o quão impossível era. Fora o melhor verão da minha vida e eu nunca, nunca mesmo, esqueceria. Eu não podia. Havia me marcado de várias maneiras. Eu só não esperava que ele partisse. Sabia que haveria um adeus, mas não que estava tão próximo a ponto de eu não conseguir ao menos dizê-lo.

Joe on:
Me joguei em minha cama, conseguindo descontar nela, finalmente, todo o meu cansaço e tristeza. Imaginar o que Demi estava pensando de mim agora era ainda pior.
Eu nunca iria deixá-la, nunca quis isso. E se fosse minha a escolha, eu ficaria até o último segundo ao seu lado, ainda mais depois da noite que tivemos. Os momentos que passamos juntos marcaram minha vida e meu coração de forma indescritível e eu não havia conseguido encontrar uma maneira de respirar sem sentir meu coração se apertando a cada segundo em que eu pensava nela. Tudo que havíamos vivido marcava não só um verão, mas uma paixão. Um amor verdadeiro que sentíamos um pelo outro. Algo que eu nunca havia sentido.
Era surpreendente quando eu me lembrava do real motivo pelo qual eu me aproximei dela. Uma noite. Era o que eu queria desde o começo, e havia conseguido. Do que eu estava reclamando, afinal? Se tivesse sido apenas uma noite, eu não ligaria. Mas não fora apenas isso. Aconteceu muita coisa entre nós e eu me apeguei a ela de maneira inigualável. Eu a amava e sempre amaria.
Quando acordei naquela madrugada, a primeira coisa que fiz foi encará-la com lágrimas nos olhos. Eu não podia deixar que ela acordasse, mas não podia sair sem me despedir da pessoa que se tornou a mais importante na minha vida. Lembro-me de ter acariciado seu rosto com cuidado e sussurrado um "eu te amo". O mais verdadeiro de todos. Lhe dei um selinho e não conseguia acreditar que seria o último. A minha última oportunidade de vê-la, tê-la em minhas mãos.
Nós já sabíamos que uma hora ou outra aconteceria. Sabíamos desde o começo que haveria um fim e não uma continuação. Eu havia feito promessas de que daríamos um jeito, mas a vida pregava peças e nem sempre era possível cumprir essas promessas. Outro motivo pelo qual eu me sentia horrível. Era a minha palavra sendo jogada no lixo, tudo o que eu sempre afirmei a ela, agora havia ido embora. O que eu sentia por ela não valia mais nada. E mesmo que o futuro já estivesse entendido em nossas cabeças, eu acho que não estava preparado. Não quando eu nem podia dizer "adeus".

Fim.

Então gente... acabou. Agora é que o problema surge... eu não vou poder postar a segunda temporada, porque eu não tenho o que postar. Muitos falaram para eu postar outra fic, por enquanto, mas eu tenho certeza que com esse capítulo final, todos mudaram de ideia. Eu fiz essa fic exatamente desse jeitinho para ter uma segunda temporada. Mas... então, o que eu quero dizer é que talvez, apenas talvez, eu poste uma mini-fic aqui, pelo menos por enquanto. Porque postar outra fic antes de terminar essa de fato eu não vou fazer. Bom... é isso. Eu espero que tenham gostado e sei que foi bem triste, mas depois vocês vão entender tudinho :) 
Marquem o "eu li" e comentem, tudo bem? Eu juro que vou me apressar para postar algo!
Me digam o que acharam!! :D Obrigada por tudo!
Ah, sobre a Demi ser virgem ou não, vocês vão descobrir depois :)

Beijinhos,
Brubs. Amo demaaais vocês!! <3

20 comentários:

  1. :'(
    acaboooooooooou
    como assim?
    vou chorar pra sempre
    o joe é um idiota de fazer isso com a demi
    só espero que a segunda temporada seja uma temporada mais feliz do que a primeira.
    imagina eles se reencontrando que magico *--*
    enfim... vou parar de sonhar.
    arruma uma maneira de postar logo.
    beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. primeira a comentar nessa perfeiçao :')
      posta logo
      beijooooos

      Excluir
    2. Pois é... acabou :( Na segunda temporada vocês vão entender bem porquê ele fiz isso. Eu achei a primeira temporada bem feliz... tirando o final, claro hahahaha Eu vou dar o meu máximo :) Obrigada por tudo, linda! Mil beijos <3

      Excluir
  2. não faz isso com a gente pelo amor de Deus, posta uma segunda temporada, escreve o que vier na sua cabeça, mas, POSTA! Essa é a fic mais perfeita que eu já li, não pode terminar assim! Por favooooooooooor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou postar sim a segunda, só preciso de um tempinho, porque postar qualquer porcaria não é legal :( Eu não vou terminar assim, terá continuação, prometo! :) Beijos! E muito obrigada *-*

      Excluir
  3. Awn que lindo esse capitulo *-* Foi perfeito, mesmo sendo triste.
    Nem acredito que já acabou :( Me apaixonei por essa fic <3
    Eu só não entendi o porque do Joe ter feito isso com a Demi. Poxa ele vacilou saindo sem dar nem tchau pra ela :( Eu acho que quando eles se reencontrarem a Demi não vai ficar tão feliz em ver ele não. Viu, eu já estou imaginando como vai ser a segunda temporada kkk
    Ai se vc postar uma mini fic enquanto não posta a segunda temporada eu vou ficar muito feliz :D pq eu amo suas mini fics. Enfim, posta quando der e quando a inspiração vier ;) vish até rimou kkkk
    Como eu já disse, ficou tudo lindo e perfeito como sempre meu amor <3
    Posta Logooo!!!
    Mil beijos :****


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwn obrigada, linda! Pois é... isso vai ser explicado na segunda temporada :) Bom... realmente, feliz ela não vai ficar hahaha ou mais ou menos, porque tipo, claro, ela ta com raiva, mas mesmo assim... encontrar com ele de novo vai ser um choque. Sim... eu estou preparando alguma coisa para postar... só que nossa, tenho mil minifics começadas e não consigo terminar uma hahaha que droga! Ownt que linda <33 kncfljbgerupgfcrbg obrigada de verdade!! Beijocas *-*

      Excluir
  4. Revoltei!! Joseph VIADO! CACHORRO! CAFAJESTE! IDIOTA! Que raiva! Como ele pode fazer isso com a Demi?! Inacreditável... Depois dá noite tão especial..
    Será que foi uma aposta? Apontaram uma arma na cabeça dele?(exagerei né? Kkkkk)

    Resumo do que senti; lágrimas com Demi e ódio, muita raiva do joe.

    Na segunda temporada sangrar pra explicar essa cachorrada. Muito revoltada, inconformada.
    Exagerei? Kkkkk
    Amei a fic msm que no fim o Joe não e o fofo que parecia. Bj

    ResponderExcluir
  5. O "joe" tem sangrar... faltou o nome do indivíduo que tô com ódio. Rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKK eu ri demais agora com você!! Não...não foi uma aposta ;) Ér... e nem a arma KKKKKKKKKKK sim, a segunda temporada vai explicar tudo! Obrigada, meu amor <3 beijoooos :)

      Excluir
  6. COMO ASSIM O JOE ABANDONOU A DEMI, QUE IDIOTA! AMEI ELE A FIC INTEIRA E AGORA NO ÚLTIMO CAPÍTULO ELE ME DECEPCIONA TSC TSC u_u to morrendo de dó da demi :((
    Foi um final tão inesperado!
    To doida pra saber o que vai acontecer na segunda temporada, só espero que o Joe tenha bons motivos pra não ter nem despedido direito da Demi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito decepcionante? :// é que a minha criatividade deveria estar ajudando, aí eu já teria escrito a outra temporada e poderia postar, mas droga... :( enfim... na segunda temporada, vocês vão entender tudo :)

      Excluir
  7. What??? Como assim Joseph Jonas? seu covarde... #xatiada kkkk Isso é frustrante, eu necessito da 2º temporada... Quero saber como vai ser o reencontro, ele vai atras dela? ou será q eles vão pra mesma facul por coincidência? Aai são tantas possibilidades... Posta logo, apesar de triste foi um ótimo final de temporada, ele foi surpreendente, e eu gosto de coisas inesperadas haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha é, né?! :/ Bom... isso eu não posso falar, porque se não perde a graça hehehe lol Aaaah que bom que gosta de coisas inesperadas! ufa, eu estava com medo que vocês ficassem decepcionados... haha eu vou postar assim que conseguir!! :D

      Excluir
  8. vai demorar quanto tempo? nao demora muito pfvr!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei ao certo.... :/ mas prometo que vou tentar o mais rápido possível! :)

      Excluir
  9. Triste... muito triste! :(((
    SEGUNDA TEMPORADA, sua linda, cadê você?
    Posta quando der, pequena! Capítulo divo demais!
    <3, Leca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, triste :( A segunda está a caminho :) Obrigada, Leca <33

      Excluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3