Visualizações

18 de jan de 2013

3- Explorando o lugar.


Love is everywhere:
Camp's love
(1ª temporada)

(I don't own anything in this pic)

Joe on:
Puxei-a até sentir o ar puro entrando em meus pulmões. Estávamos ao ar livre, o que era relativamente bom. Apenas não era completamente maravilhoso porque tínhamos a companhia de outras pessoas. Muitas outras pessoas. Porém Demi parecia encantada com o lugar, e o sorriso que se formava nos lábios dela era também encantador.
Reparei que mesmo depois de  termos parado de correr, nossas mãos continuavam juntas e tive uma vontade incontrolável de permanecer assim. Mas preferi ir com calma ao causar uma impressão pior do que aquela que a conversa sobre Camilla me reservou. Delicadamente, soltei sua mão, pensando em como o clima ficaria estranho se eu permanecesse com essa coisa chata de dar em cima dela.

- Então, gosta de futebol?- perguntei, depois de dar à ela tempo o suficiente para se maravilhar com a beleza do lugar.
-É sério isso?- fez uma careta- Concordei com você em gostar de assistir filmes, não jogar esportes que exijam muito de mim. Já te disse como sou desastrada?
-Vai ser legal, eu prometo- tentei convencê-la. Pude perceber, ao olhar dentro de  seus olhos, o quão incerta sobre aquilo ela estava.
-Não é a melhor forma de fazer amigos. Vão me achar uma completa idiota por me estabacar no meio de um campo por causa de uma tentativa falhada de jogar futebol.
-É uma ótima maneira de conhecer gente nova e se divertir! Você pode mostrar a eles o quão engraçada é- sugeri, sorrindo.
-Claro. Eles definitivamente vão rir muito de mim- afirmou ironicamente.
-Tudo bem, então- dei-me por vencido. Não iria insistir para ela fazer nada, muito menos no primeiro dia e muito menos ainda jogar algo que eu sabia que era odiado pela maior parte das meninas- E se eu te levar para conhecer o lugar?- sugeri. Sabia, pelo sorriso que brotava em seus lábios, que havia tido uma boa ideia.
-Disso eu gostei- disse- Mas não tem problema sairmos por aí?- neguei rapidamente, caminhando até o início de uma das trilhas.
-Vamos por aqui, é mais divertido do que a trilha que os monitores usam- dei de ombros, sentindo falta de andar por aquelas terras. Aquele lugar era magnífico.
-Sozinhos? Só nós?- ela pareceu surpresa... não chegava a estar assustada e eu não pude evitar a risada ao encará-la.
-Relaxa, não sou um maníaco- brinquei.
-Não...- ela riu sem humor- Quero dizer, não vamos nos perder?
-Você realmente acha que depois de passar toda a minha vida aqui eu ainda me perderia?- questionei- É medo de mim, eu sei- ela gargalhou.
-Apenas espero que não seja mesmo um maníaco- murmurou, sorridente.
Caminhamos durante algum tempo e percebi que ela já estava ficando um pouco preocupada por estarmos nos  distanciando tanto sem chegar a lugar nenhum que fosse diferente de mato. Realmente, me peguei pensando, ela fora bem corajosa ao confiar tanto assim em mim. Eu não tinha cara de maníaco, tinha?! Mas mesmo assim, acabara de conhecer Demi e me sentia muito bem por saber que ela já havia gostado de mim como eu gostara dela. Havia algo de muito especial naquela menina.
Senti que ela queria fazer alguma pergunta, coisa como: "você tem certeza?" ou "já estamos chegando?" mas ela se controlou e por algum motivo, talvez por  lembrar-se de como eu jurei conhecer isso tudo com os olhos fechados, ela permaneceu calada, apenas me seguindo e soltando alguns sons engraçados quando tropeçava em um galho ou via um inseto. Os gritos que ela dava eram realmente muito engraçados, mas logo logo se acostumaria àquilo.
-Existe alguma coisa que não seja plantas ou insetos  aqui?- não aguentando mais, ela  questionou.
-Serve aquilo?- apontei para uma abertura entre algumas plantas, indicando que ela deveria ir até lá. 
Era claro que eu queria passar mais um tempo com ela e me divertir mais, tornar nosso passeio mais interessante, então havia resolvido trazê-la pelo caminho mais demorado, porém mais encantador. Era legal que ela conhecesse cada pedacinho daquilo, mesmo que não passasse de verde.
-Ah, então aqui é onde começa a bagunça?- ela sorriu, feliz por encontrar aquele lugar.
-Não é difícil chegar aqui- expliquei- Tem uma trilha que da direto nessa parte, basta andar uns dois minutos.
-Você me fez andar porque queria testar minha resistência?- perguntou irônica. Ela era muito engraçada.
-Queria que conhecesse bem o lugar. Tudo, não apenas a parte de diversão.
-Estou brincando, eu amei a caminhada- sorriu.
-Aqui é como uma ala de recreação, mas não para crianças- ri- Pode vir quando quiser, não é preciso guia nenhum. Você pode fazer o que quiser nesse acampamento. As três regras básicas são: nada de vandalismo, bebidas ou drogas e sexo. Mas tem como dar um jeitinho nessa última- brinquei. E era verdade. 
-Não estou interessada em quebrar nenhuma das regras- ela disse risonha, porém envergonhada. Talvez tivesse recebido aquilo como uma indireta. Então eu deixaria mais claro ainda. Ela era linda corada.
-Se por um acaso estiver, sabe onde me encontrar- pisquei. Ela soltou uma gargalhada e depois balançou a cabeça em reprovação. Permaneceu pensativa por alguns instantes e eu me perguntei se ela fantasiava algo em sua mente nesse momento, como eu fazia.
Segui o caminho, andando por entre os inúmeros lugares onde nos divertiríamos. Aquele lugar estava definitivamente diferente, e por mais que isso fosse comum todos os anos, agora as mudanças chamavam a minha atenção de uma forma completamente nova. Meu pai não havia comentado sobre novas atividades, mas eu jurava que algo muito novo aconteceria aqui.
-Você parece prestar atenção aos mínimos detalhes- ela comentou- Pensei que já estivesse enjoado disso tudo.
-Essa parte sempre muda.... esse ano está muito diferente- dei de ombros, não querendo prolongar o assunto- Vem, quero te mostrar o meu lugar favorito- sorri ao chamá-la.
Levei-a até uma pedra imensa que ficava no topo de um pequeno monte. Sabe aqueles lugares inesquecíveis onde você podia passar horas e mais horas? Era essa pedra. Dava para ver absolutamente tudo, todo o acampamento lá de cima, o que tornava tudo ainda mais lindo. É claro que para mim, escalar aquilo era fácil, mas minha companheira encontrou algumas dificuldades. Mas eu não me importava em ajudar. Segurei sua mão firmemente e puxei-a para mais perto, enquanto Demi dava o impulso. Acabou que eu usei muita força para puxá-la, o que não era extremamente necessário.
O resultado do meu excesso de força foi ela vindo com tudo para cima de mim. Caímos juntos na pedra, eu deitado, sentindo a superfície dura por debaixo das minhas costas e ela por cima de mim, com seu corpo colado ao meu. Rimos durante um tempo, nossas gargalhadas se misturavam antes de desaparecerem completamente. Nossos olhares permaneceram fixos por um tempo e eu podia ver dentro deles algo que nunca havia visto antes. Um brilho diferente, encantador. Um brilho apaixonante. 
Ao tentar se distanciar, ela encostou suas duas mãos na pedra, uma de cada lado do meu corpo e deu impulso para trás. Mais uma vez aquele maldito impulso não havia funcionado corretamente. Segurei-a rapidamente, ajudando-a a manter o equilíbrio ao invés de cair para trás. 
Demi estava atordoada o suficiente com o momento para tentar sair dali a qualquer custo. Depois de um susto, ao quase desequilibrar, ela respirou fundo e me encarou novamente, sem saber muito bem o que fazer. Cheguei um pouco mais para trás, me sentando e permitindo que ela se aproximasse novamente. Não sabia o suficiente sobre ela, não sabia nada, na verdade, sobre seus relacionamentos e namorados. Sentia que ela era um pouco inexperiente, mas talvez fosse apenas a timidez. Ela era bem tímida.
-Não é lindo?- perguntei, me virando para apreciar a bela vista.
-Aham- concordou. Mesmo com o clima estranho, o silêncio era agradável- Duvido que muita gente venha aqui- comentou.
-Não é muito fácil de chegar aqui- ri brevemente e ela me acompanhou- A maioria tem medo. Eu e Mikey somos os únicos a nos aventurarmos.
-É bem a cara de vocês-  sorriu.
-O que quer dizer? O que é a minha cara?- sorri curioso.
-Aventura, desafios, altura- deu de ombros.
-Acertou em cheio- disse orgulhoso. Eu amava aventuras e gostava que soubessem disso.
-Esse lugar é imenso... eu acho que 4 meses não serão suficientes.
-Serão sim, depois que conhece, você acha pequeno- disse- Vamos seguir nosso caminho? Temos muito o que ver ainda.
A ajudei a descer e percebi que ela ficara um pouco desconfortável depois do que acontecera. Droga, eu não queria aquilo! Tentava puxar alguns assuntos, mas eles sempre acabavam de forma repentina. Quando quase caímos juntos novamente foi o momento em que os risos e o clima descontraído voltaram. Conversamos mais um pouco sobre o lugar, as pessoas, como meu pai havia tido essa ideia junto ao pai de Mikey. Mostrei a ela alguns pequenos parques aquáticos ali dentro, lagos e cachoeiras que rodeavam a propriedade. Ela parecia a cada momento mais impressionada.
-O que são aquelas salas?- perguntou, enquanto descíamos a trilha novamente, voltando a entrada principal do acampamento. Ah, como eu amava aquelas salas que ela avistara. Eram como cabanas, porém maiores e mais estilizadas.
-São incríveis! Vou te mostrar- disse empolgado. Se tinha um lugar nesse acampamento que era especial para mim, esse lugar estava bem na nossa frente- É uma sala de música- expliquei quando entramos- Meu pai construiu especialmente para mim.
-Uau- ela sussurrou maravilhada- É ... fantástico!
-Não é?!- sorri- Quando eu era pequeno, passava horas trancado aqui- lembrei-me, enquanto me aproximava do piano.
-Você toca mais algum instrumento?- perguntou, observando atentamente o lugar.
-Na verdade, eu não te disse, mas também canto- sorri- Fiz aulas quando mais novo. Eu toco piano e guitarra também.
-Menino prodígio- ela brincou.
-Amo música- disse simplesmente, ela concordou, abrindo um sorriso ao dizer que também amava.
-Toco piano- ela sussurrou. Abri um sorriso e me aproximei dela.
-Podemos tocar qualquer dia desses- sugeri.
-Está louco para me fazer revelar meus dons, não é?!- rimos juntos- Seria ótimo- sorriu.
-Então, qual foi o seu lugar favorito?- quis saber, sentando no piano e tocando uma melodia desconhecida e aleatória.
-Amei os parques aquáticos e a quadra de volley- disse.
-Você é meio chegada à água, né?- ri, observando-a enquanto ela se sentava no banquinho ao meu lado.
-Disse à você que amo piscina- deu de ombros.
-Você deve fazer sucesso com isso- sussurrei, divertido.
-O que quer dizer?- perguntou, desentendida. Me perguntei enquanto a encarava se ela realmente não havia entendido. Depois de um tempo, ela ainda esperava a resposta e eu apenas abaixei meus olhos, levando-os até seu corpo. Encarei-a rapidamente e logo voltei a olhá-la. Ela já havia entendido o que eu quis dizer-Às vezes tenho medo de você- ela brincou, rindo.
-Que isso, não precisa- inclinei a cabeça, encarando-a- Quem me conhece mesmo sabe que é tudo brincadeira com fundos verdadeiros- disse- Mas acho que estou exagerando com você. 
-Estava de brincadeira- ela sorriu- Você é bem divertido. Não achei que fosse encontrar alguém que me aturasse tão rapidamente.
-Isso é de longe a coisa mais fácil do mundo- sorri- Com toda sinceridade agora, eu não sei como você não tem um namorado- eu não sabia exatamente se tinha dito a coisa certa, mas já era, agora me restava esperar a reação dela.
-Às vezes eles cansam da minha pose certinha- sussurrou, claramente incomodada com o assunto.
-Você não é tão santa assim- rimos- É sério. Se fosse tão reservada, não estaria aqui comigo, aguentando firmemente enquanto eu dou em cima de você- arranquei uma gargalhada dela.
-Sabe o que é diferente em você? Eu sei que está brincando... isso torna tudo engraçado- continuou com a risada deliciosa.
-Brincadeiras com fundos verdadeiros- lembrei, sorrindo.
-Mas... quero dizer, se fosse outra, já estaria se agarrando com você, isso é óbvio- deu de ombros.
-Sabe?! Gosto das que se fazem de difícil.
-Então não gosta de mim- ela brincou.
-Quer dizer que é fácil?- O.o
-Não- ela gargalhou- Sou meio complicada por natureza, não me faço de difícil.
-Aposto que não é tão complicada assim...
-Pode descobrir- deu de ombros, enquanto riamos juntos.
-Que tal conhecermos a sua companheira de quarto?- sugeri- Talvez eu a conheça.. posso apresentá-las- deu de ombros- Tudo bem, você não precisa de babá, sabe se virar sozinha.
-Olha, se você não tivesse dado uma de babá eu estaria sentada por aí lendo um livro ou andando junto com monitores- disse- Gosto da sua companhia.
-Digo o mesmo- sorri largamente- Você é um amor- disse, percebendo como o sorriso que ela tinha no rosto havia aumentado. Eu apenas dissera a verdade.
-Também é legal ter alguém me guiando, alguém que não seja um monitor chato.
-Vou aceitar como um elogio- brinquei.
Sorrimos juntos e deixamos a sala, caminhando até o dormitório de Demi. Ela ainda tinha muito para ver ali, mas eu preferia pensar que eu poderia mostrar a ela cada lugarzinho de uma forma especial e mais divertida ainda. O geral ela já conhecia, e o resto, exploraríamos juntos.
Continua...
Vocês são uns amores *-* Eu sei que não estou respondendo aos comentários, mas eu jájá vou voltar a fazer isso, ok? :) Só queria que soubessem o quanto eu fico feliz!!
Comentem bastante! 10 para o próximo, tudo bem? :^)
Marquem o "eu li" ;)

Mil beijinhos,
Brubs *-* Amo vocês \o

30 comentários:

  1. MARATONA BRUUUUUUUUUU *_*
    BY: JU Pereira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum... não sei :/ Mas prometo pensar, ok? :)

      Excluir
  2. AAAAAAAAAAAAA SDKJGF SCR MUITA PERFEIÇAO PRA UM CAPITULO SÓ
    EU PRECISO DO CAPITULO EM QUE ELES SE BEIJAM PELA PRIMEIRA VEZ DJSFS
    POSTA LOGOOOOOOOO
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownt *-* haha booom... eu posso te adiantar que é antes do capítulo 10, esse tão esperado beijo ;) Beijocas, linda!

      Excluir
  3. perfeitooo,eles juntinhos
    são muitooo fofo.
    posta logooooooo,
    beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jemi é fofo de qualquer forma, né?! hahaha *-* Beijos, amor! <3

      Excluir
  4. Hey nova seguidora aqui *-*
    Estou amando a fic posta logoooo
    Pode passar no meu blog e divulgar ?
    voltaparamimmissao.blogspot.com
    obrigada beijinhos :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeeeeey, love! Obrigada, de verdade! *-* Por um acaso, você já me pediu para divulgar? É que eu me lembro disso, de você ter me pedido e eu esqueci de avisar que divulgaria sim! Me desculpa, amor, por não ter divulgado! :) Beijinhos *-*

      Excluir
  5. eu ri horrores aqui, esse Joe brincando desse jeito não vai dar carto!kkkkkkkk
    Postaaaaaaaa amore, bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha eu tentei fazer essa fic bem... descontraída, espero que riam mesmo hahaha Olha... certo eu acho que vai dar sim, hein?! Afinal... alguém tem que dar o primeiro passo ;) Beijocas <3

      Excluir
  6. oi =3
    que coisa graciosa de se ler u-u
    n posso falar mt pq tecnicamente eu estou quase dormindo KSOPASKOAPSKOPASKOPA
    posta logo ><
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie :3 KKKKKKKKKKKK ok, ok :) Sei como é! Vou postar! Beijos!!

      Excluir
  7. To amando a nova fic alsjalskalsk serio mesmo, entro pelo celular quase toda hora pra ver se vc postou novo capitulo hahahagag
    Bjs -bárbara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwwwn *-* hahaha que linda, obrigada, meu amor! :D

      Excluir
  8. Meu Deus como vc consegue Bruna?? *-* Essa fic é muito perfeita e muito viciante tbm
    Amo essas conversas do Joe com Demi, eles são tão naturais. Quero saber quando vai rolar o primeiro beijo dos dois. Espero que seja logo.
    E quem vai ser a companheira de quarto da Demi hein? Vai ser a Miley ou a Sel? Ou outra garota??
    Eu necessito urgente de outro capitulo.
    Posta logoooo, muito ansiosa para o proximo ;)
    Beijos :********
    Love you, baby <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Biaaaaaa da mamãe! Verdade, são naturais mesmo :P Bom, eu respondi ali em cima e vou te dizer adiantar também... o beijo acontece antes do capítulo 10, só não vou dizer em qual hihihihi A companheira você pode demorar um pouco para descobrir quem é... :/ E vai perder a graça se eu falar lol Vou postar, linda!
      Mil beijos, amo você <3

      Excluir
  9. Ois. Eu tava esperando tu postar não caps pra vim ler, mais não aguentei... Tive que ler. Rs
    To adorando a fic. To louca pra ler mais. Faz maratona??? Pleaseee.... faz???
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu postar mais caps..
      To no cel.. Um saco pra dig... MARATONAaaaaaaa

      Excluir
    2. Hahahaha muita gente faz isso de esperar.... eu já fiz algumas vezes mas na maioria não aguento também haha Vou pensar na maratona... não prometo nada, mas vou ver :) Odeio digitar pelo cel também '-' beijos <3

      Excluir
  10. ahhh amei!!!
    posta logo !!
    se puder divulga meu blog :)
    voltaparamimmissao.blogspot.com

    obrigada flor :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAAAAAAA eu SABIA que já tinha lido em algum lugar você me pedindo para divulgar! KKKKKKKKKKKKKKKK pode deixar, linda, vou divulgar! De nada :3 E obrigada!!

      Excluir
  11. Ahhhhh maiss.....ta mto perfeito.....eles sao fofos,lindos...a quero mais um capitulo to curiosa ^.^
    Bjemi
    By:kah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownt *-* Agora eu vou postar outro, ok? :D Obrigadaaaaa <3 Beijocas!

      Excluir
  12. faz maratona por favoooor
    posta logo
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aah e esqueci... tira o captcha, porque é ruim na hora de comentar :/
      beijos e posta logo ein...

      Excluir
    2. Vou pensar nesse negócio de maratona... hum... \o\o Vou postar, jájá ;) Eu prefiro deixar com o captcha... sei que esse negócio é chato pra caramba, mas é mais seguro :/ Desculpa... eu sei que enche o saco pra comentar, também odeio! :s Beijocas, amore! <3

      Excluir
  13. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah postaaa Brubs *_* posta muuuuuuuuito, estou morrendo aqui :S
    BY: JUPereira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou postar, meu amor! Não morra! hahahaha <3

      Excluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3