Visualizações

28 de nov de 2012

Chapter 15


Stay Strong


                                                                                      "Oh, damn"



2 meses se passaram desde o dia em que Joe e Demi decidiram dar o "próximo passo". Tudo corria bem na escola, mas não muito bem na vida daqueles dois. Estava ótimo, mas apenas para um deles.

-E não era isso que você queria, Demi?_ a menina perguntou confusa, triste por ver a amiga assim.
-Era!_ afirmou rapidamente_ Ou não... não sei, Selena_ murmurou agoniada_ Na verdade eu não pensei que fosse acontecer isso...
-O que está acontecendo?_ ela tentava passar tranquilidade para Demi.
-Eu acho que... queria o Joe só para mim desde o começo, mas não sei se estava preparada para isso... pra perder o meu amigo.
-Você não o perdeu...
-É como se tivesse. Eu... não me sinto mais confortável com ele como antes. Não consigo mais ter aquela confiança, a segurança pra falar sobre tudo com ele, sabe?! Sinceramente eu não sei o que aconteceu_ sussurrou cabisbaixa.
-Eu acho que você só está assim porque era acostumada a ter um melhor amigo ao seu lado e agora ele é seu namorado. Nada mais mudou_ disse_ Não foi exatamente isso que ele te disse, naquele dia na praia?! A conversa que me contou... parecia que era o que ele queria. Fazer com que você sentisse que ele era seu namorado.
-Sim, mas... as coisas estão diferentes entre nós. Eu não sei...talvez não conheça esse lado do Joe. Ele é carinhoso mas eu sempre sinto que tem alguma segunda intenção por trás do que ele faz... Não sei se eu dei liberdade para ele achar que eu queria um relacionamento assim.
-Conversa com ele, Demi_ sugeriu_ Você sabe que o Joe sempre foi do tipo "pegador"... sabe que ele não é santo nem nada. É óbvio que você é diferente para ele, é especial, mas talvez ele tenha realmente pensado que poderia ser assim entre vocês.
-Não quero conversar com ele_ afirmou_ Eu não tenho o que falar... vou chegar: Ah, Joe, eu não quero que você me trate desse jeito_ fez uma voz engraçada_ Como eu vou falar com ele se nem eu ao menos sei o que estou sentindo?
-Demi, sendo sincera, do jeito que você fala parece que quer voltar para a amizade.
-Não_ ela a interrompeu_ Não é o que eu quero. Esses últimos 2 meses foram os melhores da minha vida.
-Então...
-Eu acho que estou com medo de ele querer ir mais além... já que agora as coisas entre nós ficaram mais íntimas_ suspirou_ Definitivamente eu não sei o que fazer!
-Teria algum problema pra você se ele quisesse mesmo isso?
-Eu... não_ admitiu_ Não, por conta de tudo que nós passamos. Mas seria difícil agora, com as coisas acontecendo assim. Eu não me sinto mais tão confortável. Quando nós estamos juntos não tem mais aquela coisa de ficar só abraçado, conversando. Parece que se não tiverem beijos e outras coisas que agora ele tomou liberdade para fazer, não vai ter mais clima.
-Isso não é nada bom para vocês, Demi. Se deixar as coisas assim, o resultado não vai ser bom.
-O problema é que quando eu estou perto dele...eu me sinto vulnerável, como eu nunca achei que me sentiria. Não é mais como se eu estivesse com o meu amigo. Parece simplesmente que é um menino com quem eu decidi "me aventurar".
-Eu me sinto mal por não poder te ajudar, mas realmente a única coisa que eu posso fazer é te ouvir e te convencer de ter essa conversa com ele.
-Preciso mesmo desabafar, tirar isso de mim_ ela deu de ombros_ Você é a melhor pessoa para isso_ forçou um sorriso.
-Demi... quando você está com o Joe, sozinha, ele tenta ir mais além sempre?
-Na maioria das vezes_ admitiu_ Mas eu acho que... ele sabe dos limites. Assim eu espero...
-Você deu certeza a ele de que estava tudo bem e que as coisas não estavam sendo corridas.
-Será que eu posso voltar atrás?_ ela riu sem humor.
-Passaram-se 2 meses. Você chorou tanto com as surpresas dele no aniversário de 1 mês... vocês pareciam tão unidos.
-Aquele foi um dos melhores dias da minha vida_ sorriu com a lembrança_ É só que... agora quase não existem momentos "Joe e Demi", entende?! Sempre estamos junto com os amigos dele, as amigas... eu tenho um pouco de medo de ficar sozinha com ele agora.
-É pior do que eu pensava, Demi...
-Eu acho que é mais insegurança, incerteza... _ respirou fundo_ Nem dos assuntos da minha família eu consigo mais falar. Ele provavelmente pensa que está tudo bem, mas eu daria tudo para conseguir conversar com ele de novo. Às vezes a gente só quer um abraço.

Selena se aproximou, jogando seus braços calmamente, abraçando-a. Sabia que ela queria um abraço de Joe, queria que as coisas entre eles voltassem ao normal e ela também desejava isso. Aquele era sem sombras dúvidas o casal mais bonito que ela já vira. Mas talvez seu abraço já fosse o suficiente para aliviar um pouco daquilo. Queria vê-la sorrindo, aquele sorriso radiante e contagiante que a amiga tinha. E faria o que fosse preciso para conseguir vê-lo novamente.

-Sei que não é o que você quer exatamente_ ela disse, ainda abraçada a Demi_ Mas quero te ajudar, da forma que eu conseguir_ riu sem humor.
-Você é a melhor.
-Escuta uma última vez. Eu peço que pense bem_ pediu, afastando-se_ Tenta ter essa conversa com ele. Eu prometo não te encher com isso_ sorriu_ Mas acredite, é a única forma.
-Mas que droga!_ bufou, jogando a cabeça para trás, sem saber o que fazer ou no que pensar.
-Hey, o que é uma droga?_ ele se aproximou, com um lindo sorriso.
Demi encarou Selena, nervosa. Nervosa por ele quase ter ouvido o que não devia. E agora, o que "era uma droga"? O menino sentou-se ao lado de Demi no banco e colocou um dos braços ao redor do pescoço dela. Deu-lhe um abraço carinhoso e um beijo no rosto. Será que ele tinha ouvido alguma coisa a mais?
-Eu acho que vocês precisam conversar_ Selena cantarolou_ Tchau, tchau_ sumiu em segundos. Demi ainda tentou chamar por ela, mas não era a hora de dizer:"olha o que você fez!".
-Precisamos?_ ele perguntou, rindo sem humor.

"I'm sick and tired of your attitude
I'm feeling like I don't know you
You tell me that you love me then cut me down
And I need you like a heartbeat
But you know you got a mean streak
Makes me run For cover when you're around
...
Tell me why"

-Não_ ela forçou um sorriso, fingindo estar desentendida_ Acho que a Sel ficou maluca_ deu de ombros.
-Tudo bem, então_ ele disse brincando com  a mão dela de forma carinhosa_ Sabe que quando quiser conversar comigo é só chamar, né?!_ forçou um sorriso.
-Aham_ concordou simplesmente_ O que você vai fazer hoje?_ ela queria sim mudar de assunto, ele definitivamente estava diferente, mas não era necessário manter aquele rumo de conversa.
-Queria ficar com você_sussurrou no ouvido dela_Se importa de ir lá pra casa depois?
-Claro que não_ ela sorriu. No fundo, estava um pouco receosa de ficar com ele, sozinha. Não sabia ainda muito bem o por quê, sabia que ele não faria nada, mas sentia-se estranha da mesma forma.
-Vai ser uma tarde muito boa, eu prometo_ ele sorriu. A menina retribuiu, tentando não fantasiar em sua cabeça o que ele queria dizer com isso.

O problema era o seguinte: ela gostava sim_ na verdade amava_ quando as coisas entre eles "esquentavam". Tanto ela como Joe desejavam isso a cada segundo. Porém conforme tudo foi acontecendo muito rapidamente_ por conta da amizade e do fato de ambos já se conhecerem como irmãos_ nada mais era como antes. O que existia entre eles era apenas um namoro. Ou pelo menos era assim que ela se sentia.
O menino não havia mudado. Joe se preocupava com Demi como sempre havia feito, mas talvez estivesse realmente muito empolgado com a situação, o suficiente para transformar o clima em algo que ela gostaria de evitar. Era apenas um "mal entendido" entre os sentimentos deles, nada muito preocupante.

-Vou comprar alguma coisa para comer, quer?_ ele se levantou lentamente.
-Não, obrigada_ sorriu.
-Então vem comigo_ ele chamou, estendendo a mão_ Vou falar com a galera ali_ disse. Demi sabia de quem ele falava. Isso incluía alguns amigos nada agradáveis.
-Não me encaixo nessa "galera", Joe_ ela fez uma careta, ele sentou-se novamente ao seu lado_ Não sabia que era amigo...deles.
-Sou amigo de muita gente, Dems_ ele riu sem humor, confuso.
-É que... eles não me parecem muito... gente boa_ ela foi receosa ao falar_ Não que eu me ache no direito de falar de alguém, mas não combinam com você_ deu de ombros.
-Talvez você devesse conhecê-los, nunca tentou de verdade. Eu concordo que... eles podem  não ser as melhores pessoas do mundo, mas...
-Tudo bem, mas... eu sinceramente prefiro ficar aqui_ forçou um sorriso.
-Vem comprar comigo_ ele pediu com uma carinha fofa, sorrindo, já de pé novamente.
-Joe, não me sinto bem com eles_ Demi disse manhosa.
-Deixa de ser boba, não vamos falar com eles_ o menino segurou a mão dela, rindo_ Quero só que venha comigo. Anda, deixa de ser chata.
-Você é irritante, sabia?_ ela sorriu, andando com ele.
-Eu seeeei que você me ama_ roubou-lhe um selinho_ hum, lembra daquele terraço lá em cima?_ ela assentiu_ A quanto tempo que nós não vamos lá, né?
-Eu acho que a última vez foi a uns dois anos_ deu de ombros.
-Acho que está na hora de uma visitinha_ ele sorriu sapeca_ Vem comigo_ puxou-a, correndo pelo pátio.

***

-A vista é incrível_ ela sussurrou admirada_ Tinha me esquecido de como isso era lindo.

Joe, ainda segurando sua mão, caminhou com ela até que tivessem uma vista privilegiada do colégio todo. A menina se debruçou no telhado e ele colocou os braços ao redor dela, chegando por trás.

-Hum, eu tinha me esquecido_ ele disse_ Estão marcando um "encontro" de casais, quer ir?
-Tipo essas festinhas que esse povo resolve dar do nada quando os pais não estão em  casa?_ ela ergueu a sobrancelha_ Não_ riu sem humor.
-Ah, vai ser legal_ ele afirmou_ Só casais. Me parece divertido_ deu de ombros.
-Depende dos casais, né, Joe?! Na minha opinião vão ficar se engolindo no sofá da casa, não vai ter interação nenhuma entre ninguém.
-Que termo feio, Demi_ ele riu_ Tá, mas porque vai ser tão ruim? Eu vou estar lá_ ele disse brincalhão_ Nada nos impede de fazer como os outros casais..._ sussurrou.
A menina balançou a cabeça em reprovação e ele beijou a bochecha dela, rindo.
-Prefiro ficar em casa_ manteve a resposta inicial.
-Tudo bem, não vamos, então_ ele concordou.

Um silêncio estranho formou-se ali e ambos sabiam o motivo. Joe se afastou um pouco de Demi, que sentiu uma enorme culpa ao senti-lo se afastando. Estava um tanto incomodada com a situação, com o clima, não podia negar.
Mas para sua surpresa, ele segurou uma de suas mãos e a levou calmamente até um lindo jardim que estava bem ali ao lado. Aquele terraço mais parecia uma estufa cheia de flores encantadoras.
Joe pegou uma rosa com a outra mão e deu-a para Demi, que recebeu com um sorriso no rosto. Ela levou a flor até o rosto, apreciando-a, enquanto Joe segurava em sua nuca e se aproximava também. O menino respirou fundo, sentindo o cheiro agradável que a rosa possuía.

-Cheirosa como você, linda como você_ ele sussurrou, juntando suas testas. Seus rostos estavam separados agora apenas pela flor.
-Eu gosto de pensar que a rosa é vermelha porque representa o amor_ ela comentou.
-Estou te dando o meu amor_ ele completou, sorrindo, junto a ela_ Quero que fique com  ela, para sempre. Com o meu amor bem aí, nas suas mãos.
-Prometo guardar com cuidado algo tão precioso_ brincou. Ambos riram e juntaram seus lábios com um breve selinho.

Então eles se sentaram no degrau de uma pequena escadinha que tinha ali e ficaram a observar o céu, fitar o nada, juntos, abraçados.
Demi girava a rosa em seus dedos, apreciando-a enquanto descansava sua cabeça no peito do menino e recebia seu carinho no rosto. Ele era incrível, ela sabia e agora, nesse momento, ela pensava se tudo aquilo que falara para Selena realmente fazia sentido. Um garoto como Joe não se encontrava assim, tão facilmente e como ele havia dito, ela o tinha em suas mãos, tinha seu amor ali, à sua disposição. Seria um crime desperdiçar um tesouro como este.
E não era o que ela queria. Desde o início da conversa, a intenção não era jogar aquele amor fora. Pelo contrário, a menina queria se entender para não fazer algo errado com uma coisa de tamanho valor em suas mãos. Agora, ali, ela se lembrava que aquele menino era seu melhor amigo, com quem ela havia passado os melhores e piores momentos de sua vida. E por mais que nas últimas semanas isso tivesse sido apagado de sua mente, agora ela se sentia protegida, segura, talvez como nunca antes.
Era fato que ele havia mudado repentinamente e ela ainda se perguntava como isso fora possível, mas o que importava agora era o arrependimento por ter dito algumas palavras tão rudes em relação ao amor deles. A ele. Ela não retiraria o que disse a amiga, mas colocaria melhor as palavras, afinal, havia sido apenas um desabafo. Mas mesmo assim, ainda precisava entender a si mesma de forma que ainda não havia conseguido fazer. Na realidade, precisava mesmo era falar com ele.

-O que ocupa essa cabecinha, hein?!_ perguntou carinhosamente, mexendo em seu cabelo.
-Você... me conhece tão bem_ ela começou_ Não pensou mesmo que talvez alguma coisa estivesse errada?_ perguntou, mesmo sem saber de onde veio a coragem para pronunciar aquelas palavras.
-Percebi sim, que você não é a mesma comigo porque, provavelmente, está incomodada com alguma coisa que eu tenho feito_ ele a surpreendeu com aquelas palavras, mas facilitou muito a conversa_ E eu tenho quase certeza de que sei o que é.
-Quando você percebeu isso?
-Não faz muito tempo_ ele fez uma careta_ Mas Demi... eu só quero saber o que você quer_ ele segurou as mãos dela. Percebeu que a menina não sabia o que falar. Mas não era necessário entrar nesse assunto, ele sabia a resposta_ Desculpa se eu mudei com você, se eu fiz com que achasse isso.
-Da última vez que a gente conversou... faz muito tempo_ ela disse, rindo sem humor_ Você me pediu para não interpretar nada do que me disse de maneira errada. Mas eu acho que...
-Eu interpretei, certo?_ ele completou com um meigo sorriso no rosto_ Ouvi sim sua conversa com a Sel_ confessou, calmamente.
-Ah, ISSO é uma droga!_ ela revirou os olhos, não muito surpresa. Pelo rumo da conversa, ela já tinha imaginado.
-Eu entendi o que quis dizer, mas eu já imaginava mesmo que era isso_ ele disse, colocando a cabeça deitada em seu pescoço_ Você está certa. Desculpa_ pediu_ Eu não quero mesmo que você se sinta desse jeito perto de mim. É sério isso, Dems? É o que você sente?

Ela suspirou cabisbaixa. Se desvincilhou delicadamente dos braços dele.
A menina permaneceu sentada, observando a rosa que agora estava na mão dele, já que ambos "brincavam" com a flor, girando-a e apreciando-a. Joe seguiu o olhar dela e lhe entregou, beijando delicadamente uma das pétalas e depois a bochecha da menina. Colocou a rosa na direção do coração de Demi, que segurou-a, tudo com muita calma.

A menina se levantou _Não era o que eu queria, acredite_ disse seguindo em direção à saída.
-Demi..._ ele chamou, mas não foi atrás dela. A menina também relutou para não virar e encará-lo. Não fez questão de continuar aquela conversa ali, correr atrás dela, trazê-la de volta porque conhecia bem a peça, logo eles se falariam de novo. Não era uma briga nem nada, eles nunca conseguiam ficar muito tempo sem se falar, nem motivos os dois tinham, então estava tudo certo.

Continua...
Um pouquinho tenso, né?! :( Bom, eu estou postando aos poucos, mas só se vocês comentarem eu vou continuar, ok? Eu meio que "desisti" daquela ideia porque para a sorte de vocês minha criatividade está tendo um surto maravilhoso ultimamente... haha :P então continuem comentando, por favor! Quero mais de 10, gente! Tive 8 no último :( Vamos lá! 
Ah, eu vou começar a responder aos comentários lá mesmo, nos comentários, tá? Porque fica mais fácil e eu vou conseguir responder com mais rapidez! ;-) 
Féééérias, gente! :) Acho que essas férias podem render algo muito bom para todos, hein?! haha vou tentar fazer render! :)

Beijinhos, 
Bruna! :^)

16 comentários:

  1. Nossa que capítulo tenso mesmo hein :( Mas fiquei feliz por ter postado!!! :) Ansiosa pelo próximo! Bjs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha pois é... eu resolvi aproveitar meu surto de inspiração e postar hehe Postarei o próximo o mais rápido possível! :)Beijos!

      Excluir
  2. AAAAAAAAAAAAAH Bruna que bom que postou <3
    Esse capitulo foi meio tenso sim, mas tambem foi muito fofo *-*
    As vezes esses dois são tão confusos. O Joe pode está querendo algo a mais com a Demi, o que é normal pra ele, mas ele ainda continua sendo muito fofo com ela. Continuo dizendo que eu queria um Joe desse pra mim rs
    Ta tudo perfeito minha linda, e que bom sua criatividade resolveu surtar kkk a gente só tem a ganhar com isso :D
    Mas é claro que só vamos ganhar com isso se essas pessoinhas que leem o blog resolverem comentar rs
    Ansiosa pelo proximo capitulo Bruna.
    Mil beijos amore <3
    Posta Logooooo!!!
    Love ya <3
    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooooi, meu amor! Awn pois é... postei :P Que bom que pelo menos foi fofo *-* Eu tentei fazer algo assim mesmo pra não ficar um clima muito ruim... :/ São confusos mesmo... sabe, às vezes eu fico com medo de confundir vocês, de não conseguir explicar aí exatamente o que eu quero... enfim, eu espero que entendam o que eu escrevo :( Ah, eu também queria um desses pra mim, e como queria! haha Vocês só tem a ganhar mesmo! :) Vou postar assim que essas pessoinhas me ajudarem... hahaha Mil beijos, linda! Te amo <3 Obrigada por tudo!

      Excluir
  3. Adoro surtos de criatividade hahahaha
    ai linda, nem tenho muito o que dizer...
    o capítulo tá lindo, como todos, só acho que a Demi tá meio que fazendo tempestade em copo d'água, sei lá... .-.
    espero que eles não briguem por causa disso...
    enfim, posta logo baby!
    bjs! :**

    p.s.: desculpa, de novo, pelo comentário sem graça! :S

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn haha eu também amo quando de uma hora para a outra eu escrevo um capítulo inteiro e ainda amo ele... é uma sensação ótima! Tenho que aproveitar enquanto isso dura! hehehe ah, eu não quero que vocês achem essas "confusões" da Demi chatinhas :( Mas acho que briga é muito para uma coisa tão pequena... ;) Obrigada por tudo! Seus comentários nunca são sem graça e olha, estou sempre aqui, pra qualquer coisa, ouviu? <3 Beijinhos, meu amor <3

      Excluir
  4. Respostas
    1. Awn, obrigada!! =D Vou postar assim que der! ;)

      Excluir
  5. owt, que dengo de capitulo.
    eu nn tenho o que falar por que sim u-u
    Posta Logo,
    beijos =3

    ResponderExcluir
  6. muito tenso...
    mais ta perfeitoooo
    posta logo bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenso... eu avisei :/ Mas espero que mesmo tenso, tenha agradado e vocês tenham gotado! =) Obrigadaaaaa *o* Beijos!

      Excluir
  7. aawn perfeito e tenso , rsrsrs
    postaa logo!! *---*
    Bjo ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que mesmo tenso ficou perfeito! haha *-* Obrigada, linda! Beijos :*)

      Excluir
  8. sim, foi muito tenso mas foi fofo também!
    "-Eu gosto de pensar que a rosa é vermelha porque representa o amor_ ela comentou.
    -Estou te dando o meu amor_ ele completou, sorrindo, junto a ela_ Quero que fique com ela, para sempre. Com o meu amor bem aí, nas suas mãos." AAAAAAAH JOE ME DÁ SEU AMOR QUE EU GUARDO COM TODO O CARINHO DO MUNDO SEU LINDO E PERFEITO <3333 DJASIUHDAIUHDAIU pfvr é por isso que eu amo sua fic, você escreve umas coisas tão tão perfeitas, e eu fico cada vez mais iludida kkkkk
    A Demi me deixa confusa as vezes, eu acho que ela é que meio esquece que o Joe além de ser namorado é também o melhor amigo dela, eu posso estar interpretando errado mas sei lá, eu ainda to meio confusa hsuashau
    Posta mais pfvrrrr!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwwwwn que bom que gostou! \O eu particularmente achei essa parte muito fofa também, tem vezes que eu nem me reconheço, com algumas coisas que escrevo... lol haha E eu? Me iludo cada vez mais... quando eu escrevi essa fic eu me iludi completamente, e me iludo a cada capítulo, porque eu me identifico com ela, de alguma forma :/ Enfim... como eu disse para alguma pessoa linda que comentou aqui, eu estou triste porque vocês estão confusos :( Porque, sei lá, talvez eu não consiga escrever direito o que eu quero expressar, não sei :/ Mas eu espero mesmo que tenha gostado e... nem tem muito como te explicar. O Joe tinha "mudado" um pouco com ela, porque ele está acostumado a outros tipos de relacionamento e com a melhor amiga é complicado porque ambos ainda estão tentando lidar com isso, bem lá no fundo eles estão... então é meio que isso... ele foi fofo com ela porque ouviu a conversa e viu como ela estava se sentindo... :) Espero que tenha ajudado! Vou postar logo, logo... maybe tomorrow... haha :) Obrigada, mesmo! <3

      Excluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3