Visualizações

11 de jan de 2012

Do You Remember? - Chapter 1

Chapter 1

Joe on:
Apenas mais um dia como todos na última semana. Meus pais haviam viajado e eu estava sozinho com meus irmãos. Tomei um banho rápido, era sexta-feira, e por um grande milagre não teriamos aula hoje. Desci e encontrei Demi na cozinha, sozinha, tomando seu café da manhã.
Demi era minha "irmã" fazia um ano, mais ou menos. Meus pais a adotaram quando tinha quase 16 anos. Ela passou toda sua infância no orfanato da cidade, seus pais sofreram um grave acidente de carro e acabaram não resistindo, ela tinha apenas 3 anos, não se lembra de muita coisa. Nossa convivência é agradável, porém quase não passamos de coisas simples como 'oi' 'bom dia'... coisas assim. Não que eu tenha alguma coisa contra, ela é muito tímida, o oposto de mim... Na escola faz o tipo nerd e não fala com ninguém. Ao contrário do que é lá, em casa Demi não passa de uma doce e meiga menina, além de ser muito bonita, apesar de não admitir. Carinhosa e atenciosa com todos... Meu irmão Nick viaja sempre que pode, ainda não aceita o fato de nossos pais terem adotado Demi, é meio galinha, mas uma ótima pessoa e um grande amigo quando necessário. Frankie é com quem passo grande parte do meu tempo, meu irmão caçula. Kevin, meu irmão mais velho é casado e mora em Nova Jersey, não muito longe daqui. Não sou o cara mais santo do mundo, já namorei com muitas garotas, mas apesar disso, não faço o tipo pegador. Sou um dos populares da escola, mas um pouco diferente da maioria deles. Me aproximei de Demi e me sentei ao seu lado.


-Bom dia, Demi! - Disse pegando o pão.
-Bom dia- ela respondeu com uma carinha meio triste. Percebi que estava na hora de passar dos simples comprimentos. - Aconteceu alguma coisa? Ta tudo bem? - perguntei olhando para ela.
-Nick saiu cedo, disse que voltaria domingo à noite, ele foi viajar - disse ela, olhando para a xícara na sua frente.
Nick era uma pessoa muito boa, mas a primeira coisa que me veio à cabeça não agradou muito, afinal, ele não aceitava Demi como irmã e eu estaria mentindo se dissesse que nunca aconteceu um 'conflito' entre os dois.
-Ele discutiu com você? - perguntei já um pouco irritado.
Apesar de não ser muito próximo de Demi, meu sangue subia à cabeça quando via alguém a tratando mal.
-Não,  não. Ele apenas pediu que eu lhe avisasse.


Demi on:
A verdade é que desde pequena eu tinha medo de ficar sozinha, de que isso acontecesse de novo ... Eu sabia que Joe teria uma festa hoje e provavelmente não dormiria em casa. Deixaria Frankie na casa de Noah, irmã de Miley, uma das melhores amigas de Joe, enquanto eu ficaria em casa sozinha. Não que eu achasse que eles me abandonariam, mas ficar sozinha era um grande trauma de infância que eu escondia de todos.


-Então por que a carinha triste? - perguntou Joe, interrompendo meus pensamentos.
Joe era o único que realmente me aceitava como sua irmã e não apenas uma intrusa em sua vida, como uma parte da família, Eu era grata por isso. Apesar de não ser muito próxima dele, sabia que Joe estaria comigo para qualquer coisa que eu precisasse.
- É que... Você vai sair hoje?- perguntei, já meio certa da resposta.
-Sim... Vou a festa do Liam... Não sei se volto antes de amanhã. - respondeu dando uma risada sem humor.
-Ah...- foi só o que consegui dizer. Abaixei a cabeça e agora ele tinha certeza de que algo realmente estava errado.
-Medo de ficar sozinha?- ele brincou, rindo.


Sim, era isso. Um medo que tomava conta de mim. Nunca havia falado com ninguém sobre isso, a única que sabia o que acontecia dentro daquele orfanato era Melissa, uma moça que era filha da dona do lugar, ela devia ter uns 37 anos... Podia parecer bobeira da minha parte, mas minha infância não foi das melhores. O dia em que Denise chegou lá, com certeza foi o melhor dia da minha vida. Tenho apenas 17  anos, se por um acaso Denise não me quiser mais, terei que voltar ao orfanato e nem quero imaginar o que aconteceria. Era sempre Melissa quem fazia algo para impedir, mas agora ela deveria estar em Londres... Eu não podia voltar para aquele lugar. Fiquei imóvel por um momento, sem saber o que responder ao Joe. As palavras pareciam ter desparecido.


- Você pode ir comigo se quiser, Liam não vai se importar- por um momento agradeci por ele ter me livrado de responder aquela pergunta. Eu não podia ir à essa festa, ninguém daquela escola gostava de mim, eu era conhecida apenas por ser irmã dos meninos mais populares da escola. Mas o medo de ficar sozinha era maior.
-Ele não vai mesmo se importar? Não quero incomodar... - perguntei um pouco receosa, nem acreditando no que estava falando. Eu? Demi Lovato em uma festa onde só haviam meninas metidas, olhares maliciosos e garotos populares ?
-Você quer mesmo ir? - perguntou meio surpreso. - Claro que ele não se importa, Liam é meu melhor amigo, quase um irmão para mim e você é minha irmã. Posso levar qualquer um. Menos nossa mãe. - ele disse rindo e eu o acompanhei.
- Não sei se é certo... Nenhum dos seus amigos fala comigo. Vou ficar completamente perdida no meio de tanta gente que nem conheço direito. - disse olhando para o chão.
- Demi, você não vai se sentir perdida, só tem que tentar se aproximar mais das pessoas, tenho certeza de que se te conhecessem, mudariam de opinião sobre você- ele disse me olhando nos olhos. - Além disso, eu estarei lá! Não vou te deixar sozinha. - Eu acreditava nele... Mas será que essa promessa iria além da porta da casa de Liam ? - meus amigos não são como você pensa- ele completou- não somos populares metidos que só ligam para mulheres... Bom, o David pode até ser quase assim mas... Enfim, você não ficará sozinha.
Tudo bem... Eu iria, não tinha outra escolha.
-Eu vou-disse ainda com um pouco de medo.
-Vou avisar ao Liam- ele disse sorrindo- fico feliz de estar indo a uma festa comigo, Demi. Por essa eu não esperava.
-Nem eu- respondi quase que com um sussurro, mas ele ouviu.
-Bom... A festa é as 19:00, vou sair agora, antes que a Vanessa apareça de novo por aqui, essa menina parece carrapato, não desgruda de mim. Volto mais tarde- ele disse fazendo uma careta engraçada e eu ri.
-Onde vai? - perguntei um pouco curiosa.
-Para longe da Vanessa! - ele riu e eu também- Vou dar uma volta no parque, quer vir comigo? - exitei em responder, mas acabei aceitando. - Vou tomar um banho, volto rápidinho - respondi subindo os degraus da escada correndo. Ele só riu.


Entrei no banho, e enquanto a água caía sobre meu corpo, pensei na conversa que tive com Joe a pouco tempo atrás... Fazia tempo que não conversávamos, se é que eu podia chamar aquilo que tinhamos de conversa. Algumas vezes fico pensando como seria se eu e Joe fossemos amigos de novo, como éramos antes de tudo acontecer. Minha vida havia mudado completamente em 1 ano. E agora o que eu mais queria era um amigo.
Vesti minha roupa e desci a escada, apressada. Encontrei Joe sentado no sofá, rindo muito, assistindo Phineas e Ferb. É, ele nunca mudava.


-Joe, to pronta- disse, mas não obtive resposta, só ouvia risos- Joe.. Joe.. JOE - ele se virou rápido, caindo do sofá- Ai meu Deus, desculpa, não queria te assustar!- disse rindo muito- Estava se divertindo?- perguntei ainda rindo
- MUITO!- ele riu também. -Vamos- ele disse andando em direção a porta.
O dia seria bom... Do jeito que eu não via muito tempo. Eu tinha saudade disso.


Joe on:
Chegamos ao parque, mas tive uma ideia e liguei o carro novamente. Iriamos nos divertir como antigamente, quando eramos apenas melhores amigos.
-Pra onde estamos indo, Joe? - Demi perguntou meio curiosa e assustada- O parque está vazio, não tem quase ninguém! O que houve? Você viu a Vanessa? - perguntou olhando para os lados, provavelmente à procura de Vanessa.
-Vamos nos divertir- respondi rindo do jeito como ela agia - Fica tranquila, não vou te sequestrar - disse sem pensar, rindo. Mas percebi quando ela me olhou com uma cara estranha, voltando o olhar para suas mãos. Percebi o que tinha feito, era melhor mudar de assunto - Ér... quero comprar o presente do Liam... podemos dar uma passada no shopping depois? - Perguntei, mudando completamente o assunto. Era melhor não voltar ao passado, não agora. Ela pareceu mais tranquila, percebendo minha mudança repentina - Podemos sim- ela disse forçando um sorriso.
Eu senti falta daquilo, não podia colocar tudo a perder de novo, era apenas um recomeço,  eu devia ir com cuidado.


Demi on:
Preferi esquecer do assunto do 'sequestro', eu sabia que ele estava brincando, mas as lembranças do passado voltavam a minha cabeça... E tanto eu quanto ele sabiamos que era inevitável. O assunto foi encerrado, um silêncio incômodo tomava conta do lugar, eu não podia cometer o mesmo erro de novo, não podia deixar como estava, eu queria meu Joe de volta, mas iria com calma. Andamos mais uns 10 minutos, até entrarmos em um grande portão. Eu sabia onde estávamos.


-Eu não acredito! Joe! Quanto tempo que não venho aqui- disse, um tanto quanto... Radiante. Eu não acreditava que ele havia me levado ali... Me trazia ótimas lembranças, porém nem todas eram tão boas assim. Preferi deixar os pensamentos de lado e aproveitar, seria um dia incrível, assim como  muitos outros que haviam passado.
-Eu sabia que você ia gostar - ele disse rindo de minha expressão -Vem, vamos! - Ele disse saindo do carro e abrindo a porta pra mim.
Eu não podia deixar as memórias invadirem minha mente, elas deveriam ser apagadas, mas não era tão simples como passar a borracha em um papel escrito à lápis.


Continua...
Espero que gostem! :)
Beijemis, Bruna :)

3 comentários:

  1. AAAAA POSTA O 2 por favor!! TO MUITO CURIOSA!!! POSTA LOGO PLEASE!!

    ResponderExcluir
  2. Leitora nova .... adoreiiiiiii muito boom

    ResponderExcluir
  3. Sou Uma Leitora Nova,E Só Posso Dizer,Que Mesmo Lendo Só Um Capitulo,ESSA HISTÓRIA É MARAVILHOSA,Parabéns,Sério,Você é Muito Boa,Me Considere Como Sua Fã A Partir De Agora :) BJonas

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3